mini-logo-levmente

Receba nossos artigos

Aguarde, enviando contato!

O que é inteligência emocional e como ela pode te ajudar

Você sabe o que é inteligência emocional? É cada vez mais comum escutar pessoas de várias áreas falarem sobre isso, tanto na vida pessoal quanto profissional. Por isso, vou responder isso, neste artigo, até mais do que isso.

O que é inteligência emocional e como ela pode te ajudar

Uma formação acadêmica de graduação e até mesmo pós-graduação não garante o sucesso profissional e a realização pessoal. Por exemplo, uma pesquisa revelou que 4 milhões de graduados atuam em áreas que não exigem curso superior.

Nem mesmo o tradicional QI (quociente de inteligência) tem grande influência no seu sucesso, conforme afirma o psicólogo Daniel Goleman:

"Na melhor das hipóteses, o QI contribui com cerca de 20% para os fatores que determinam o sucesso na vida, o que deixa os 80% restantes por conta de outras variáveis."

Então, depois de definirmos o que é a inteligência emocional, vamos explorar ao longo do texto como ela pode te ajudar nos outros 80% da sua vida: no relacionamento com os outros, no trabalho, enfim, na busca pelo sucesso.

Se tiver alguma dúvida sobre o que será relatado, fale com a gente nos comentários.

O que é inteligência emocional?

A inteligência emocional é uma habilidade que permite a identificação das próprias emoções, o peso de determinado estado emocional ao se tomar alguma decisão e por fim a capacidade de controlar essas emoções.

Mas não acaba aí, quem desenvolve essa habilidade consegue identificar e controlar o emocional de outras pessoas também.

Isso faz de você um líder eficiente, não é à toa que o Fórum Econômico Mundial em 2020 considerou a inteligência emocional como uma das dez competências para conseguir e se manter empregado.

Agora é óbvio que você quer desenvolver essa habilidade quanto antes, não é? E vamos abordar isso, mas antes tenho que falar sobre a base dessa incrível competência.

As bases da inteligência emocional

As bases da inteligência emocional permitem que você identifique o porquê de todo mundo corporativo considerá-la para formação das lideranças.

Podemos destacar quatro bases fundamentais que caracterizam essas bases, veja:

Autoconhecimento

O autoconhecimento é algo da psicologia que se tornou tão popular quanto a inteligência emocional, mas não é ainda mais importante. Por isso mesmo, ele é uma das bases.

Sem se conhecer não é possível ser inteligência nem intelectualmente, nem emocionalmente. Então, não perca tempo e leia também nosso artigo autoconhecimento na prática.

O autoconhecimento é algo de dentro, só você pode se conhecer verdadeiramente, então para se conhecer bem é preciso parar um pouco a correria do dia a dia e meditar sobre:

  • quem você é;
  • por que faz o que faz;
  • quais são suas motivações;
  • quais suas dificuldades;
  • como você se vê;
  • suas qualidades e defeitos etc.

Somente você no silêncio interior pode despertar o seu autoconhecimento. É claro, algumas pessoas precisam de ajuda profissional como uma terapia online ou presencial. Depois que alcançar isso, saberá de fato quem é você. Sem ideias ou julgamentos externos.

Inclusive você saberá melhor sobre seus sentimentos. Quando os sente, onde e por quê. Entende agora porque o autoconhecimento é uma das bases da inteligência emocional?

Autogestão

A autogestão é possível porque você já passou pelo autoconhecimento e conseguirá ver o que é preciso para controlar suas emoções, adaptar sua rotina para evitar momentos delicados a você e se adaptar ao ambiente fortalecendo sua percepção positiva sobre determinada situação.

Por exemplo, se você sabe que fofocas sobre a vida pessoal de alguém desperta alguma emoção negativa em você, é o momento de conduzir a conversa de corredor para um outro tema ou mesmo expressar de modo inteligente que não faz sentido o rumo da conversa. Veja:

— Carlos: Você ficou sabendo que a Joana saiu daqui ontem e em vez de ir para casa foi direto para bar em plena terça-feira?

— Você: Não sabia, mas ainda estou pensando sobre o relatório que ela apresentou para a gente na segunda-feira. Aquilo foi muito bem elaborado, vamos conseguir bons resultados como ele, aliás, fiquei sabendo que a ajudou. Parabéns! fizeram um ótimo trabalho.


Viu? Como diz um ditado popular: "Pra quem sabe ler, pingo é letra." Você conseguiu de forma inteligente contornar uma situação desagradável emocionalmente.

Consciência social

Essa base da inteligência emocional é fundamental, porque sem ela a pessoa que desenvolveu as habilidades de gerenciar e controlar emocionalmente os outros pode se tornar uma pessoa desagradável e dominadora.

Não é isso que se busca em relacionamentos, ninguém quer ser manipulado de forma arbitrária. Então, é preciso buscar a compreender os outros e se interessar verdadeiramente pelo bem-estar das pessoas que convivem com você.

Em resumo, você precisa tem empatia.

Gestão de relacionamento

Por último, a base gestão de relacionamento permite que o inteligente emocional consiga criar vínculos fortes de influência com capacidade para se tornar um líder que inspire seus colaboradores e saiba administrar conflitos. Juntando tudo isso podemos ver para que serve então a habilidade de inteligência emocional.

Para que serve inteligência emocional?

Com essas bases da inteligência emocional, já é possível identificar para que serve a inteligência emocional. Ela permite que as pessoas consigam transmitir mensagens claras que convença, motiva e oriente bem as pessoas que convivam com elas.

Permite um melhor conhecimento de si mesmo e consequentemente uma vida mais feliz e com mais força para buscar objetivos e alcançar o sucesso profissional e pessoal. Então, mais especificamente ela serve para:

  1. conhecer as próprias emoções;
  2. conhecer as emoções dos outros;
  3. motivar-se e motivar os outros;
  4. lidar melhor com os relacionamentos;
  5. dominar suas emoções.

Se você chegou até aqui já percebeu como a inteligência emocional pode te ajudar. Mas vamos reforçar.

Como a inteligência emocional pode te ajudar

Todo mundo tem emoções e precisa lidar com elas, logo a inteligência emocional pode te ajudar em momentos complicados do dia a dia, onde você precisa controlar seus impulsos.

"Quantas coisas dizemos no calor da emoção...
Fora de hora, que sai, machuca. Que entra e machuca.
Sempre nos sentimos injustiçados, apontando o erro no outro, sem perceber os nossos."

Abordei aqui que a formação intelectual não é garantia de sucesso, muito menos o nível de QI, afinal, uma pessoa bem formada pode tomar atitudes irracionais, estúpidas e absurdas. Abra o jornal e verá muitos exemplos. Isso porque a vida acadêmica não tem relação com a vida emocional.

Pessoas sabidas demais podem sofrer emocionalmente e tomar medidas impulsivas tanto quanto outras pessoas sem formação ou estudos formais. Isso porque a inteligência emocional é uma habilidade que pode faltar a qualquer um e pode também ser conquistada por todos.

Assim, é preciso controlar todas as emoções básicas para uma boa convivência social. É assim que a inteligência emocional irá te ajudar, controlando seus impulsos emocionais básicos, sejam eles de:

  • medo;
  • tristeza;
  • raiva;
  • nojo;
  • surpresa;
  • alegria.

Outros benefícios são:

  • redução do estresse;
  • controle da ansiedade;
  • melhora a relação com os outros;
  • fica em paz consigo mesmo;
  • aumenta a autoestima etc.

Você pode achar que não precisa da inteligência emocional, mas agora vou exibir uma lista com indícios de suas emoções estão descontroladas.

8 indícios de que suas emoções estão descontroladas

Você já sabe muito sobre inteligência emocional e já viu como ela pode te ajudar, mas se ainda resta algumas dúvidas, vamos ver os indícios de que você precisa dominar suas emoções.

  1. Fica irritado com facilidade.
  2. Tem dificuldades para esquecer seus erros.
  3. Fica estressado com frequência.
  4. Julga tudo e todos sem conhecimento de causa.
  5. Odeia muitas coisas.
  6. Sente-se incompreendido em várias situações.
  7. Nunca sente raiva.
  8. Não consegue expressar suas emoções.

Se você apresenta algum desses indícios acima é bom buscar desenvolver sua inteligência emocional. Mas como se faz isso? É o que abordamos a seguir.

Como desenvolver a habilidade inteligência emocional?

Chega de teoria. Agora vamos para prática, vamos apresentar a seguir como você pode desenvolver a habilidade de inteligência emocional e aproveitar todos os benefícios o mais rápido possível.

  • Feedbacks: peça aos seus amigos e familiares uma análise sincera sobre seus pontos fortes e fracos. Isso irá te ajudar no autoconhecimento quando estiver sozinho pensando.
  • Conheça seu temperamento: todo mundo tem um temperamento que pode ser mais explosivo ou sereno, busque conhecê-los. Nossa psicóloga fez um live sobre temperamentos, veja aqui.
  • Meditação: a meditação é uma prática milenar que apresenta muitos benefícios, um deles é promover saúde mental.
  • Terapia: busque a ajuda de um terapeuta para alcançar o autoconhecimento e o bem-estar mental.

Seguindo essas dicas e conhecendo o que falamos aqui você pode desenvolver a inteligência emocional, se aproximar de uma vida mais agradável e criar forças para chegar alcançar o sucesso profissional e pessoal.

Mas lembre-se, se tiver dificuldades, se já está tentando há um tempo, peça ajuda. Nossa psicóloga Monica está à sua disposição e você pode falar com ela agora mesmo.

Fale com a psicóloga e marque uma consulta

Escrito por Maykon em 20 de novembro, 2020
Psicologia Inteligência Emocional Saúde da Mente Bem-estar

Postagens Relacionadas