mini-logo-levmente

Receba nossos artigos

Aguarde, enviando contato!

Como saber se você tem ansiedade e precisa de ajuda?

Como saber se você tem ansiedade e precisa da ajuda de um psicólogo terapeuta? Essa é uma pergunta que muitos se fazem diante de tantas perturbações do dia a dia e com razão.

Se você também tem essa dúvida, acompanhe este artigo, nele vamos detalhar os principais sintomas da ansiedade, mas não qualquer ansiedade, porque todo mundo a tem. 

Vamos, neste texto, mostrar qual é o estado de ansiedade que exige tratamento e lhe tranquilizar sobre a ansiedade comum a toda e qualquer pessoa.

Como saber se você tem ansiedade e precisa de ajuda?

O que é ansiedade?

A ansiedade é um estado bem diversificado e pode incluir a tristeza, a vergonha e até a culpa e ainda pode despertar um estado de exaltação, curiosidade, interesse ou excitação.

Por isso a pergunta como saber se você tem ansiedade é muito comum, porque com tanta mistura de sentimentos é difícil identificar se o que se sente é realmente uma ansiedade prejudicial ou normal.

As grandes transformações provocam um sentimento de inquietação e até de estranheza em relação a si próprio, ou seja, você acaba sem saber quem você é.

Esse momento de muitas mudanças ocorre normalmente na adolescência, segundo a psiquiatra da infância e adolescência Isabel Brito. Mas com tanta tecnologia, as grandes alterações na vida não são mais exclusivas da adolescência.

É por isso que muitas pessoas se perguntam como saber se você tem ansiedade e precisa de ajuda para vencer este estado de angústia. Mas será que todo nível de ansiedade é um problema? Falaremos sobre isso a seguir.

Toda ansiedade é ruim?

Como saber se você tem ansiedade em níveis que pedem um tratamento profissional? Antes de tudo é preciso saber que alguns sentimentos são naturais como o medo e também a ansiedade.

A ansiedade faz parte do nosso sistema defensivo, segundo o pesquisador Américo Baptista do Departamento de Psicologia da Universidade Lusófona, ela nos alerta em momentos de potenciais ameaças ou perigos reais mesmo.

Então, com isso você já sabe que nem toda ansiedade é ruim, ao contrário, ela é natural e necessária. O problema está no nível e na frequência de ansiedade que você tem. Então entra a próxima pergunta, acompanhe.

Como saber se você tem ansiedade em altos níveis?

Agora que você já sabe que a ansiedade em si não é algo ruim, mas sim o nível elevado e a frequência, como saber se você tem ansiedade em níveis que precisam de ajuda?

Vou destacar 3 níveis de ansiedade que podem ser percebidos por você:

  1. Ansiedade por reação.
  2. Ansiedade extrema.
  3. Ansiedade comum.

Ansiedade por reação

A ansiedade depende muito da nossa vivência social, por isso, pode haver momentos de níveis elevados e níveis baixos que são reações a situações como:

  • um emprego novo;
  • a chegada de um filho;
  • problemas financeiros;
  • conflitos familiares;
  • problemas de saúde, etc.

A questão central é que a ansiedade por reação a momentos pode causar danos e consequências ruins se não forem tratadas, por isso, é recomendado procurar ajuda para passar bem por grandes problemas ou pressões da vida.

Isso para que você não seja marcada negativamente por esses eventos e seu nível de ansiedade evola para a extrema.

O que se espera é que, passado tudo isso, a ansiedade volte aos níveis comuns.

Ansiedade extrema

Agora, vamos ver como saber se você tem ansiedade extrema: o nível extremo de ansiedade é identificado quando você evita a todo custo algumas situações sociais ou se não tiver jeito as enfrentam com um sofrimento enorme.

Esse sofrimento é um alerta de que seu nível de ansiedade está bem alto e você precisa de ajuda para não prejudicar sua vivência social.

Ansiedade comum

O nível comum de ansiedade é o da maioria das pessoas, elas se sentem ansiosas em determinadas situações, mas isso não interfere no seu desempenho social, portanto, você consegue seguir normalmente com sua vida após o evento de ansiedade.

Tratamento da ansiedade

Como saber se você tem ansiedade já foi respondido, agora, se você percebeu que tem ansiedade por reação e ansiedade extrema, é preciso buscar ajuda psicológica, que inclusive pode ser online, para iniciar o tratamento.

Os tratamentos psicológicos que são eficazes na diminuição da ansiedade baseiam-se em dois tipos de procedimentos:

  1. terapia comportamental;
  2. terapia cognitiva.

A terapia comportamental tem como objetivo a modificação dos comportamentos relacionados com o medo, a evitação ou a fuga.

Já a terapia cognitiva tem como objetivo a alteração dos conteúdos e dos processos cognitivos relacionados com o medo, as interpretações sociais e a atenção.

Encontre-se mais eficácia ainda o tratamento que une essas duas para um resultado mais efetivo, é o caso da psicoterapia cognitivo-comportamental usado aqui na Lev.mente.

Conclusão

Como saber se você tem ansiedade e precisa de ajuda? Foi assim que iniciamos este artigo e agora você já é capaz de responder se seus níveis de ansiedade exigem tratamento.

A vida pode muitas vezes ser inconstante, por isso, a ansiedade faz parte de cada um de nós, mas ela se torna um problema quando prejudica seu bem-estar.

Por isso, buscar a ajuda de um psicólogo é a garantia de que você não terá maiores complicações psicológicas no futuro. Aqui vale muito falar daquele ditado: "é melhor prevenir do que remediar."

Então, se sua ansiedade incomoda, não espere que ele evolua para um caso grave: clique aqui que vamos lhe ajudar.

Escrito por Maykon em 17 de julho, 2020
Psicologia Saúde da Mente Bem-estar

Postagens Relacionadas